Data: 30/04/2013 08:36 - Alterado em: 15/09/2014 18:29 / Autor: Redação / Fonte: Secom SP

Emprega SP oferece 11.924 vagas de emprego para Grande São Paulo

Candidatos têm acesso gratuito às oportunidades; cadastro pode ser feito pela internet.

O Emprega São Paulo/Mais Emprego, agência de empregos pública e gratuita gerenciada pela Secretaria do Emprego e Relações do Trabalho (SERT), em parceria com o Ministério do Trabalho e Emprego (MTE), disponibiliza nesta semana 11.924 vagas na Grande São Paulo.

As oportunidades mais ofertadas por região são:
- 100 vagas para atuar como padeiro confeiteiro, no Centro de São Paulo;
- 80 vagas para repositor, em Osasco;
- 52 para motorista de ônibus, para trabalhar em Poá;
- 30 para auxiliar de armazenamento, em Cajamar;
E 20 oportunidades para estoquista, em São Caetano do Sul.

APRENDIZ PAULISTA
Programa coordenado pela SERT, para promover a vivência e inserir os alunos dos cursos técnicos do Centro Paula Souza (ETECs) no mercado de trabalho, divulga, nessa semana, 35 vagas.

Entre os destaques estão cinco oportunidades para o curso de Administração e Meio Ambiente, na Zona Sul da Capital, duas vagaspara o curso de Administração, para atuar em Osasco e duas para quem cursa Informática, para a Zona Leste.

COMO SE CADASTRAR
Para ter acesso às vagas e aos programas de qualificação da SERT, basta acessar o site www.empregasaopaulo.sp.gov.br, criar login, senha e informar os dados solicitados. Outra opção é comparecer a um Posto de Atendimento ao Trabalhador (PAT) com RG, CPF, PIS e Carteira de Trabalho.

EMPREGA SÃO PAULO
Desde a implantação do Emprega São Paulo, em agosto de 2008, o programa recolocou no mercado de trabalho mais de 700 mil trabalhadores. O sistema conta com um banco de 3,5 milhões de currículos cadastrados.

Para mais informações sobre o Emprega São Paulo/Mais Emprego e outras ações da SERT, acesse: www.empregasaopaulo.sp.gov.br.

Comente aqui

Comentários via Facebook. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta do Facebook poderá ser banida. Comentários não expressam a opinião do Portal ABCdoABC