Data: 15/05/2019 15:42 / Autor: Redação / Fonte: Desenvolve SP

Desenvolve SP atinge a marca de R$ 200 milhões em financiamentos

Recursos foram destinados para projetos de micros, pequenas e médias empresas em todo o Estado de São Paulo


Inovação é a palavra de ordem no universo das micros, pequenas e médias empresas (MPMEs). Mais do que possibilitar a melhoria ou a criação de novos produtos e serviços, inovar é o que garante maior competitividade e longevidade aos negócios. É justamente com esse foco que as MPMEs empresas paulistas fizeram a Desenvolve SP, Agência de Desenvolvimento Paulista, atingir a marca de R$ 200 milhões em financiamentos para projetos inovadores.

Os recursos, desembolsados ao longo dos últimos seis anos, foram demandados principalmente para a criação de softwares, plataformas digitais e apps voltados às áreas da saúde, mobilidade urbana e agronegócio. Segundo levantamento da instituição financeira, do montante total, 62% foi destinado a inovações de empresas do setor de serviços, 33% da indústria e 5% do comércio. Chama atenção ainda o porte dessas empresas: mais da metade do crédito financiado (51%) representam investimentos de micros e pequenas empresas.

“Com estruturas mais enxutas, as empresas paulistas, principalmente as de micro e pequeno porte, encontraram na inovação uma estratégia para tornarem-se mais competitivas e assim ganhar espaço no mercado”, destaca Rafael Bergamaschi, superintendente de negócios da instituição.

Tendência

Os financiamentos para inovação no Estado de São Paulo têm despertado cada vez mais interesse das MPMEs. A demanda por crédito para esse tipo de investimento cresceu 82% nos primeiros quatro meses de 2019, totalizando R$ 23,5 milhões contra R$ 12,9 milhões em igual período do ano anterior. Na última comparação anual o valor também registrou alta, saltando de R$ 48,5 milhões em 2017 para R$ 52,7 milhões em 2018 (crescimento de 9%).

Venture Capital

Além de financiar projetos inovadores, a Desenvolve SP também atua por meio de cinco Fundos de Investimento em Participações de Empresas (FIPs) para aportes em startups paulistas de alto potencial inovador. Destaque para o Fundo Inovação Paulista, idealizado pela própria Desenvolve SP, em 2012, e considerado um dos FIPs mais ativos do mundo com foco no impulsionamento de AgTechs (startups de tecnologia para o agronegócio), segundo as organizações internacionais de pesquisa CBInsights e Agfunder.

Ao todo, o FIP investiu R$ 105 milhões em 20 empresas entre 2017 e 2018. O objetivo é que, em 2021, o montante investido gere um retorno de R$ 420 milhões. Além da Desenvolve SP, são investidores do Fundo Inovação Paulista a FAPESP, FINEP, Sebrae-SP, Banco de Desenvolvimento da América Latina e Jive Investments.

Comente aqui